terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

CONVITE: CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS EM TORNO DO LIVRO O RIO DOS JACARÉS de GUSTAVO ROLDÁN (SELO BOITATÁ DA EDITORA BOITEMPO) - SÃO PAULO



SOBRE O LIVRO:
                        SITE DA EDITORA: https://www.boitempoeditorial.com.br

INDICAÇÃO: a partir de 6 anos (leitor iniciante)

48 PÁGINAS
=====================================================================
O rio dos jacarés é, sem dúvida nenhuma, o melhor lugar para um jacaré!

Em O RIO DOS JACARÉS, de GUSTAVO ROLDÁN, um velho réptil se  espreguiça
para dentro do rio onde vive, enquanto seus  companheiros  tomam sol na margem.
De repente, vindo do meio do matagal, surge um homem de terno laranja afirmando
ter comprado aquele rio - de papel passado e em dinheiro vivo!

"- Venho  comunicar-lhes que o senhor e  seus amigos devem ir  embora daqui, 

senhor jacaré. Hoje mesmo, de manhã, comprei este  rio. Como pode ver  aqui.

- Este papel não me diz nada de nada, senhor do terno laranja.Nós jacarés não
 sabemos ler."
Será o fim do descanso do Jacaré? Será que o dinheiro compra tudo, até mesmo a
água?Jacarés nem sabem ler para entender aquele papel chamado contrato!Todas
essas  questões vão  se desenrolar  no decorrer  dessa divertida história contada e
ilustrada pelo premiado autor argentino GUSTAVO ROLDÁN.

ILUSTRAÇÕES:
                                          CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA

O AUTOR:

LANÇAMENTO: CONTOS DE MOÇAMBIQUE (VOL. 7) - NA ALDEIA DOS CROCODILOS de ADELINO TIMÓTEO e SILVA DUNDURO ( EDITORA KAPULANA)

                                   SITE DA EDITORA: http://www.kapulana.com.br/

INDICAÇÃO: a partir de 10 anos (leitor fluente)

32 PÁGINAS

=====================================================================

A editora KAPULANA lança, neste mês de fevereiro, o volume 7, da série 
Contos de Moçambique.Trata-se do livro NA ALDEIA DOS CROCODILOS,
de ADELINO TIMÓTEO, com ilustrações de SILVA DUNDURO.

Este livro conta a história de Mandoguinhas e seu avô  Boaventura. Eles
vivem na localidade que dá título ao livro: uma terra fértil, onde tudo que
é semeado cresce. O avô conta ao neto que  os crocodilos  que ficam na
beira das  águas não são  animais, mas ubuntus (gente). O  menino acha 
que  o  avô  está  alucinado  devido  à  velhice, mas  quando  Boaventura 
desaparece  no  rio, Mandoguinhas  tem  que  desvendar o  mistério  dos
crocodilos.

A  narrativa foi inspirada no Vale do rio Zambeze, uma região localizada
em  Moçambique, onde  ocorrem  diversas  manifestações  tradicionais, 
sendo uma delas a da encarnação humana nos crocodilos.

Você, leitor, está  convidado a  desvendar  o  mistério  dos  crocodilos e 
descobrir  para   onde  vão  as  pessoas  desaparecidas   da  aldeia  dos
crocodilos.

"Naquela terra junto ao rio, tudo o que se planta dá frutos.Toda semente
 germina.  O sol que nas  margens do  rio se  espalha  no  corpo da terra
 viria a trazer de volta os homens um dia desaparecidos.

 No dia  em  que  Mandoguinhas  tomou  posse  do reino, a  avó Sasseka 
 ungiu  o  neto,  novo chefe,  com óleo  de rícino. Com este  óleo mágico, 
 Mandoguinhas benzeu, a conselho de Mulungu, todos os presentes.

 Aquele  que  se  disfarçavam de humanos tomaram um a um a forma de
 crocodilos e abandonaram a sala, desmascarados."



ILUSTRAÇÕES:
                                            CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA


As ilustrações de  NA ALDEIA DOS CROCODILOS  são assinadas pelo 
artista plástico SILVA DUNDURO. A  técnica utilizada foi pintura a óleo.


                                         CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA

AUTORES:                           




ONDE ENCONTRAR O VOLUME 7 DA  SÉRIE CONTOS DE  MOÇAMBIQUE:
NA ALDEIA DOS CROCODILOS de ADELINO TIMÓTEO e SILVA DUNDURO
(EDITORA KAPULANA)
http://www.kapulana.com.br/produto/na-aldeia-dos-crocodilos/

ENCONTRO COM RODRIGO LACERDA, NA LIVRARIA CASA DE LIVROS: POR QUE LER OS CLÁSSICOS? (SÃO PAULO)

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA


CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

COLEÇÃO CONTOS DE MOÇAMBIQUE: A EDITORA KAPULANA PUBLICA CONTOS DA TRADIÇÃO ORAL MOÇAMBICANA

Desde 2016, a coleção CONTOS DE MOÇAMBIQUE vem sendo publicada no Brasil
pela editora KAPULANA. Os 10 livros desta série  foram, originalmente, lançados em
Moçambique. Através de um projeto em parceria com a EPM - Escola Portuguesa de
Moçambique, os livros foram, aqui publicados, com o objetivo de divulgar as histórias
de tradição oral moçambicanas em narrativas que desenvolvem múltiplos universos e
memórias da cultura africana.

CONHEÇA OS 6 VOLUMES DA COLEÇÃO:

   
VOLUME 1 -  O REI MOCHO
Nesta história, um pai mostra ao filho como surgiram as mentiras do mundo.
Para saber mais: http://www.kapulana.com.br/produto/o-rei-mocho/

VOLUME 2 -  AS ARMADILHAS DA FLORESTA
Homem e Leão disputam a liderança na floresta.
Para saber mais: http://www.kapulana.com.br/produto/as-armadilhas-da-floresta/

=====================================================================



VOLUME 3 - A VIAGEM
Masud e Wimbo tinham dois filhos, Agot e Mbuio, e uma filha Inaya, que deseja
ter o mesmo  tratamento  que seus irmãos. Ela sai  de sua aldeia para salvá-los
em outra cidade. Durante seu caminho, descobre sua força e coragem.
Para saber mais: http://www.kapulana.com.br/produto/a-viagem/

VOLUME 4 - O CASAMENTO MISTERIOSO DE MWIDJA
O livro narra a intrigante história de Mwidja e seu irmão Zwiro, também melhores
amigos, que passam  por uma  perigosa aventura  e contam com a ajuda de seu
amigo flamingo para encontrarem o caminho de volta para casa.
Para saber mais: http://www.kapulana.com.br/produto/o-casamento-misterioso-de-mwidja/

=====================================================================



VOLUME 5 - KANOVA E O SEGREDO DA CAVEIRA
O mambo (rei) de Mopeia não está contente com as coroas em seu guarda-roupa. 
Ele  envia meninos  do  reino para encontrar  materiais para  uma nova  coroa.Um
deles é Kanova, que, com a ajuda de uma caveira falante, passa por aventuras na
busca de materiais dignos de uma coroa real.
Para saber mais: http://www.kapulana.com.br/produto/kanova-e-o-segredo-da-caveira/


VOLUME 6 - WAZI
O velho caçador Jhapondo ensina seu neto Wazi a caçar para manter as tradições
do  clã,  mas  apresenta  uma  regra  misteriosa.  Após  a  morte  do  avô,  há uma 
reviravolta  na vida de Wazi, que  passa  a entender  a língua dos animais e a viver
incríveis aventuras com seu cão Paciência.
Para saber mais: http://www.kapulana.com.br/produto/wazi/

=====================================================================

LANÇAMENTO: TEM SACI NO TIETÊ de SHIRLEY SOUZA e IONIT ZILBERMAN (EDITORA PANDA BOOKS)

                               SITE DA EDITORA: https://www.pandabooks.com.br

INDICAÇÃO: a partir de 8 anos (leitor em processo)


32 PÁGINAS

=======================================================================


No livro TEM  SACI NO TIETÊ,  Pedro conta para o menino Miguel, uma história
vivida por ele, na infância, na cidade de Mogi das Cruzes, em São Paulo.

Pedro conta e Miguel custa a acreditar que o rio Tietê, um dia, já foi  um rio sem
poluição. 


"-Verdade, Miguel! Tô brincando, não.
Minha mãe lavava roupa no rio Tietê e as águas eram limpinhas...
Dava até pra beber. Não era essa  tranqueira  de rio poluído que
corta nossa cidade e vai todo sujo para São Paulo.

Dia sim, dia não, depois de voltar da escola, eu ia para o rio com
a  minha  mãe,  carregando   a  carga de  roupa  num carrinho de 
madeira que eu mesmo fiz. Era bonito de ver, sabe?

Um monte de mulher na beira do Tietê, lavando roupa com sabão,
esfregando em tábuas que ficavam apoiadas nas pedras. Depois,
enxaguavam tudo no rio e deixavam quarar na grama... para ficar
branquinho, mais limpinho."

         
Naquela  época,  segundo Pedro,  havia  no  entorno  daquele  rio muitas  áreas 
verdes  e  nelas,  habitavam  o  Saci-Pererê, a  Mula  sem  Cabeça  e  também  o 
Lobisomem.  O Saci aprontava das  suas,  assustando  os bichos e as  pessoas
com seu rodamoinho e seu assovio. Esse era o seu jeito de brincar. Na verdade,
o Saci e seus amigos gostavam mesmo era de proteger as florestas e os rios.


"Tudo era muito calmo, a não ser quando o Saci aparecia para fazer
das suas... Assustava as vacas que pastavam por ali, e elas vinham 
que nem loucas... Correndo  por cima  das roupas,  enroscando  as
patas nas  peças  lavadas, sujando  tudo de novo. A  mulherada  se
apavorava. Saía gritando atrás da boiada, tentando salvar o que era
arrastado na  terra.  A meninada  se agitava  e corria  também.  Uma 
farra!"


Conheça estas e outras aventuras de Pedro, do Saci, da Mula e do Lobisomem,
que aconteceram lá pelas margens do rio Tietê.

         
AS ILUSTRAÇÕES:
                                          CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA

A ilustradora IONIT ZILBERMAN usou, neste trabalho, tinta acrílica e colagem.


                                          CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA

AS AUTORAS:
                                           CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

UM LANÇAMENTO PARA OS BEM PEQUENOS: CAIXA DE BRINCAR de LENINHA LACERDA (EDITORA PANDA BOOKS)

                                        SITE DA EDITORA: www.pandabooks.com.br

INDICAÇÃO: a partir de 3 anos (leitura compartilhada) /  a partir de 6 anos
(leitor iniciante)


24 PÁGINAS

=======================================================================

Quem, quando criança, não gostava de brincar com caixas de papelão vazias?

O livro de Leninha Lacerda, CAIXA DE BRINCAR, mostra uma bebê encantada  com
a possibilidade de se divertir brincando com uma caixa de presente.

                 "SE ALGUÉM GANHA UM PRESENTE,
                       EU ME DIVIRTO DE MONTÃO!

                  -POSSO FICAR COM A CAIXA?

                   OBA! COMEÇOU A DIVERSÃO!"


Mas o que será que a bebezinha irá fazer com essa caixa?

Caixas pequenas ou grandes, de diferentes formatos podem despertar a imaginação de
uma criança. Ela poderá, então, fazer disso um pretexto  para  criar, em seu imaginário,
diversos mundos possíveis. Por que, por exemplo,  para uma  criança, uma caixa vazia 
não pode virar um  capacete espacial?  

Para uma criança, uma caixa  de papelão vazia  pode valer  mais do que um  brinquedo
caro, pois o que conta, para ela, é viver o faz-de-conta.

A combinação entre  o texto  de Leninha Lacerda e suas ilustrações é  das  mais felizes.
Com um texto leve e imagens que mostram cenas  lúdicas e coloridas, a autora  ratifica
a ideia de que qualquer objeto, para uma criança, pode  virar  um brinquedo  e diversão
na certa.


AS ILUSTRAÇÕES:
                                           CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA


A AUTORA:

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

AS FLORES TAMBÉM SONHAM, LIVRO DA ESCRITORA PORTUGUESA CELESTE DE ALMEIDA GONÇALVES, COM ILUSTRAÇÕES DA ARTISTA ANGOLANA SANDRA SERRA (EDITORA MAR DA PALAVRA)


                            BLOG DA EDITORA: www.mardapalavra.blogspot.com.br  

INDICAÇÃO: a partir de 4 anos - pré-leitor (leitura compartilhada) / a partir de
8 anos (leitor em processo)

40 PÁGINAS


                                   “SOMOS DO TAMANHO DA NOSSA FANTASIA.” 
                                                                 Bartolomeu Campos de Queirós 

=======================================================================


No livro  AS FLORES  TAMBÉM  SONHAM,  a  escritora  CELESTE DE ALMEIDA
GONÇALVES  recorre à  imaginação  para expressar  o  sonho  de  voar e de se
sentir livre, que  permeia a  existência de um  girassol. Sim, é  isto mesmo.  Um
girassol  também  sonha. Ele,  preso  à  terra  por  raízes,  deseja  intensamente 
descobrir  lugares  diferentes e  viver  novas  experiências. Ele deseja realizar a
viagem dos seus sonhos.
   


             - Amigas e amigos, companheiras   e  companheiros  deste  jardim, 
      amanhã será o grande dia! Pela  manhã,  iniciarei  a grande viagem pelo
      céu e partirei finalmente à descoberta do mundo!
                Fez-se,  por  alguns  momentos, um  silêncio  inquietante. Depois,
      as  flores começaram  a  falar todas  ao  mesmo  tempo,  dando palpites
      sobre  aquela viagem. Algumas  começaram  a  engendrar  planos  para
      aproveitar a boleia  do girassol. O gladíolo  disse  que se  prenderia nas
      suas  folhas e  registraria tudo  com a sua  memória  fotográfica. A rosa
      ofereceu-se  para lançar o  seu  perfume durante  a viagem, encantando 
      pássaros  e  abelhas. E até  a glicínia  congeminou  enrolar-se  no longo
      caule do  girassol,  adornando-o com as  suas  belas  e delicadas folhas
      verdes, que serviriam para o proteger de qualquer intruso.
                Porém, a grande  flor  queria  ser livre e viver aquela aventura sem 
      qualquer empecilho. E decidiu que a  tarefa de viajar era sua, a coragem 
      era  sua  e  a  experiência  seria  só  sua.  Mas,  sabendo  que  não devia 
      desprezar os seus amigos, assegurou:   
            - Quando regressar, partilharei convosco cada pormenor da viagem! 
              E assim, na manhã seguinte, com uma grande assistência de flores,
      árvores,  arbustos  e  animais  de  toda  a  espécie,  o  girassol  iniciou a 
      grande proeza."     


O  texto do livro,  desde as suas primeiras páginas,  envolve o  leitor e o conduz
ao universo  fantástico  da  imaginação. A  narrativa  é  desafiadora.  Ela  instiga 
e  convida o leitor a voar junto com os personagens. Com a ajuda de um menino
mágico, o  girassol irá viver o sonho  de voar, mas  não irá  só. O girassol  terá a
companhia de  outros dois  personagens: uma joaninha e um sapo, que viverão,
também, uma verdadeira e espantosa aventura.



E você,  leitor? Está  pronto  para  participar  desta  viagem?  Está  curioso  para
saber como irá terminar esta história?


O livro  AS FLORES  TAMBÉM  SONHAM  tem  o  mérito  de  reunir  elementos do
imaginário  infantil,  que são  ricamente  abordados  pela  escritora  CELESTE DE 
ALMEIDA  GONÇALVES  e pela   artista   SANDRA  SERRA,  com suas belíssimas
ilustrações.  Assim, imersos  neste clima, o  livro encanta  pelo valor  que atribui
aos sonhos e pela forma como é capaz de ampliar horizontes de quem o lê.




ILUSTRAÇÕES:

As ilustrações de SANDRA SERRA chamam a atenção pelo contraste das cores
pela expressividade dos personagens.


Os movimentos e gestos atribuídos aos personagens nas ilustrações da artista
SANDRA SERRA são recursos que incentivam a imaginação  do leitor.


A  imaginação  também  toma conta  da narrativa visual.  Através  das imagens,
SANDRA SERRA, também,  mostra  que  o desejo do girassol  era realizar  uma viagem movida a sonho.




AUTORAS:


ONDE ENCONTRAR O LIVRO "AS FLORES TAMBÉM SONHAM" DE CELESTE
DE ALMEIDA GONÇALVES E SANDRA SERRA (EDITORA MAR DA PALAVRA).

LINKS:

https://www.wook.pt/livro/as-flores-tambem-sonham-celeste-de-almeida-goncalves/21043755

https://www.bertrand.pt/pesquisa/As+Flores+Tamb%C3%A9m+Sonham

https://mardapalavra.blogspot.com.br/2017/12/segunda-edicao-desta-bela-obra-infanto_16.html

https://www.facebook.com/groups/cultur.brasil.portugal/about/

=======================================================================
 ASSISTA AO BOOK TRAILER SOBRE O LIVRO: AS FLORES TAMBÉM SONHAM

QUE AMORES DE SONS! do ESCRITOR PORTUGUÊS ALEXANDRE HONRADO e da ESCRITORA BRASILEIRA PENÉLOPE MARTINS,com ILUSTRAÇÕES da ARTISTA ESPANHOLA NÍVOLA UYÁ (EDITORA DO BRASIL)

                                     SITE DA EDITORA: www.editoradobrasil.com.br


INDICAÇÃO: a partir de 10 anos (leitor fluente)

40  PÁGINAS

========================================================================


                                   “No alto de uma pedra ficava sentada uma mulher.
                                     Não era alta nem baixa, nem velha nem nova.
                                     Sentava-se nessa pedra a pensar.
                                     A mulher pensava em canções feitas de barulhinhos:

                                     zuca bazaruca, zás catrapás.

                                     Era uma mulher que cantava para dentro e só para dentro.”

                             ....................................................................................................................

                                                   
                                    “No fundo de um vale ficava sentado um homem.
                                      Não era magro nem gordo, nem bonito nem feio.
                                      Era apenas um homem com seu casaco xadrez
                                      e uma lupa no bolso que o ajudava a colecionar barulhinhos.

                                      Sentava-se na relva para descansar

                          e ouvir o que o vento soprava entre as 

                          montanhas:

                           zzzzzipi zen, finnnn.

                           Era um homem que sabia perceber os sons.”

                              ..................................................................................................................    
                  

O livro QUE AMORES DE SONS! nos faz perceber o mundo que nos cerca. Entre
sons  e silêncios, os autores  ALEXANDRE  HONRADO e PENÉLOPE  MARTINS,
num universo bem particular, constroem o encontro de uma mulher, que pensa em
canções feitas de barulhinhos e de um homem, que sabe, muito bem, perceber os
sons, os ritmos, as pausas, o silêncio...

Múltiplos e  ricos sons afloram  e ecoam das  páginas  deste livro.  Imersos nestes
ruídos,  acontece, um  dia, o amor  em  forma  de  som  entre  este homem  e esta
mulher.

O texto do livro  QUE AMORES DE SONS! é leve e ritmado. Escrito com apuro de 
linguagem e poesia, em meio às coisas comuns do cotidiano, traz nas entrelinhas
muitos espaços vazios para serem preenchidos pelo leitor.


ILUSTRAÇÕES:


Num estilo mágico realista, as ilustrações de  NÍVOLA  UYÁ trazem cores iluminadas 
e vibrantes, que abrilhantam as composições dos cenários.

A artista apresenta cenas que encantam os olhos.Nelas, há uma atmosfera de sonho
e magia, que deixa tudo bem leve.




ESCRITORES:
                                           CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA

ILUSTRADORA:
                                            CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

TALENTOS DA ILUSTRAÇÃO: SANDRA RONCA




         SANDRA RONCA é carioca. Formada em Comunicação  Social - Publicidade 
e  Propaganda, cursou  uma  pós-graduação  em  Design  e  Ilustração. Fez cursos 
complementares  de  Design  e  Produção  Gráfica,  Aquarela,  Quadrinhos  e Livro
Infantil:  Ilustração  e  Design.  Em  2011, estudou  Ilustração  Infantil na Itália, terra
de seus antepassados. Atualmente, está concluindo uma formação em Arteterapia. 
Em 2007, publicou seu primeiro livro como ilustradora e em 2008, o  primeiro como
escritora. Em abril de 2017, completou 10  anos de carreira  literária. Tem  um total
de 24 livros publicados, sendo sete como escritora.


CONHEÇA ALGUNS TRABALHOS DE SANDRA RONCA COMO ILUSTRADORA:
   
                                CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIÁ-LAS







Como ilustradora, utiliza AQUARELA, ACRÍLICA, COLAGEM e TÉCNICA MISTA.








PARA CONTATAR  OU CONHECER MELHOR O TRABALHO DA ARTISTA
SANDRA RONCA:

SITE: http://www.sandraronca.com.br

FACEBOOK: https://www.facebook.com/sandra.ronca

E-MAIL: contato@sandraronca.com.br

VÍDEO: https://youtu.be/trUuLQVyAYs